frase do dia: ‘a homofobia é mais uma constatação da perda da ternura no mundo, ser
preconceituoso com os LGBTs é retroceder; além de prejudicar o crescimento humano.’

(letícia spiller - atriz brasileira)

última atualização: 19/08/2009 20:36:42

domingo, 16 de setembro de 2007

sexy sadie

O ano é 1968, eu tenho 16 anos, foi um ano efervescente em todos os aspectos, da história da humanidade à minha história. Eu fervia nas entranhas, sabendo o que eu era, mas sem saber que rumo tomar. Eram os tempos dos bailinhos nas garagens, com luz negra, depois a estroboscópica, com várias cores, e aquilo girava e girava, e a nossa cabeça também, de tanta cuba libre. E a vida ziguezagueando passou por mim ao som dos Beatles. Não gostava deles, eram muito certinhos, gostava da rebeldia dos Stones. Mas, era 1968, e os Beatles estavam lá com o 'Álbum Branco', apenas com o nome do grupo em relevo numa viagem de ritmos, cores, poesia, neuroses, lirismo, paz e ódio. E para minha surpresa, havia boa música na simplicidade de sua capa, havia “Cry Baby Cry", de "Helter Skelter", de "While My Guitar Gently Weeps", havia “Sexy Sadie”, um dilúvio musical que descia como lava, eternizou-se em mim.

2 comentários:

Anônimo disse...

loucos anos...
1 bjo da Zu

NETMITO disse...

Bonito blogue bjs*)