frase do dia: ‘a homofobia é mais uma constatação da perda da ternura no mundo, ser
preconceituoso com os LGBTs é retroceder; além de prejudicar o crescimento humano.’

(letícia spiller - atriz brasileira)

última atualização: 19/08/2009 20:36:42

domingo, 5 de julho de 2009

o que é: pedofilia

pedofilia

Transtorno de conduta sexual também chamado de parafilia, a pedofilia se caracteriza pelo desejo sexual recorrente por crianças ou pré-púberes. Considera-se uma relação pedófila quando a diferença de idade entre os envolvidos é maior que cinco anos, exceção feita no relacionamento entre adolescentes. Um pedófilo não é só o que consuma o abuso, mas o que tem fantasias sexuais e excitação freqüentes diante de corpos infantis. Quase sempre são pessoas afáveis e tímidas sexualmente. São imaturas no desenvolvimento de sua sexualidade. O sentimento de poder pode estar presente, mas o comum é que com crianças o pedófilo se sinta mais tranqüilo, livre de cobranças.

As seqüelas para as vítimas serão tão mais graves quanto mais violento for o abuso. A pedofilia expõe a criança a algo que ela não está aparelhada nem física nem psiquicamente para lidar. Na vida adulta, poderá ter transtornos e bloqueios sexuais e até repetir o abuso. Os casos em que o abusador é alguém a quem a criança nutre admiração, respeito e amor são mais perturbadores. Ela vive uma grande contradição ao passar de uma relação de autoridade e cerimônia para um contato físico absolutamente carnal. Teme falar e até sentir o que sente.

Michael Jackson

O caso mais notório foi o de Michael Jackson. A primeira acusação de pedofilia ocorreu em 1993, quando foi processado. A queixa foi resolvida sem a intervenção dos tribunais, com um acordo milionário: US$ 20 milhões. Para justificar o ocorrido, Jackson concedeu uma entrevista ao jornalista inglês Martin Bashir, em 2003. Ao seu lado durante a declaração e quase toda a entrevista, esteve um menino de 13 anos. Eu assisti a esta entrevista, fiquei horrorizada com as declarações e atitudes de Michael. Ao invés de melhorar sua situação perante a opinião pública, o cantor acabou se condenando ainda mais ao declarar que não há mal nenhum em dormir na mesma cama com uma criança.

Igreja Católica

Os casos de pedofilia que envolvem padres, no mundo inteiro, é que chamam mais atenção e suscitam um debate sobre até que ponto a repressão sexual influi na deturpação da libido. Arnaldo Jabor, jornalista e ex-seminarista, num artigo publicado no jornal ‘O Globo’, afirmou que a pedofilia na Igreja é conseqüência direta do celibato, e que a sexualidade, força máxima da vida, uma vez esmagada, vira uma máquina de perversões.

Uma estupidez sem tamanho. A pedofilia dá-se também entre os casados. Aliás, a imensa maioria dos pedófilos é casada. O celibato não é um dogma da Igreja, mas uma disciplina eclesiástica. De acordo com padres casados, 39 papas tiveram mulheres. O celibato vale apenas para a igreja latina, que segue a doutrina romana. Na Ucrânia e no Líbano, padres católicos podem ser casados, porque a Igreja Católica do Oriente permite.

Mas, é alarmante o número de religiosos envolvidos em casos de má conduta sexual, o que inclui abuso sexual contra crianças e também contra mulheres. O problema é que o Vaticano prefere manter a política do silêncio, abafam as denúncias e protegem os agressores. Um documento confidencial do Vaticano elaborado há mais de 40 anos revela uma política que demanda total discrição em casos de abuso sexual cometidos por sacerdotes. O informe escrito em 1962 diz que qualquer pessoa que fale de casos de abuso sexual pode ser expulsa da Igreja. A quantidade de crianças que sofrem abusos sexuais por parte de religiosos poderia ser bem menor se a Igreja não protegesse o agressor. (fontes: revistas Época e IstoÉ, jornal O Globo)

4 comentários:

ɐlıɯɐɔ disse...

liberdade é uma coisa espetacular

Anônimo disse...

Olá mara.A questao é seria,homens casados,apis são tambem pedofilos(nao é apenas uma quastao de repressaão a sexualidade)deve ser um deformaçao da sexualidade.A igreja sempre foi agressiva com as mulheres e opressora assim como mentirosa .Como moralisar se ela propria é imoral?! A igreja catolica devia entrar para o rol dos crimes de Lesa humanidade contra as mulheres e crianças,O tribunal de Haia está aí para isso!Mas,o poder da Igreja ,como politica,ainda é intocada pelos seus absurdos de má atitude.

Arsênico disse...

Há uma grande diferença de pessoas que tiveram a infância tiradas e desejam ser eternas crianças e viver entre elas... e de pessoas que desejam crianças para atos sexuais...

Mas enfim... nem todo mundo jamais entendeu a ALMA de MJ...

Detalhe que o garoto após a morte do ídolo... confessou que o acusou por pressão do pai que viu no artista uma brecha pra ganhar dinheiro fácil...

Sim... eu deixaria meus filhos na casa do Michael...

***

umBeijo!

Mariposo-L disse...

Perfeito seu post :) Mas sabe as vezes, mas só as vezes mesmo penso nisso, e comparando a minha situação "gay", o relacionamento era tido como um transtorno de conduta também . E penso será que num futuro a pedofilia também vai deixar de ser um transtorno ???

Um abraço :)